Programa Justiça Eleitoral Itinerante é lançado em São Paulo

Iniciativa deve percorrer as cinco regiões do país durante o período pré-eleitoral de 2018

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, e o presidente do Tribunal...

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), des. Carlos Eduardo Cauduro Padin, lançaram na manhã desta segunda-feira (23), no Posto de Atendimento do Anhangabaú, o programa Justiça Eleitoral Itinerante, que tem como objetivo aproximar o eleitor e ampliar a capacitação dos agentes envolvidos diretamente com o processo eleitoral.

O Estado de São Paulo, escolhido para o início do programa, tem o maior colégio eleitoral do país, com mais de 33 milhões de eleitores, sendo que cerca de 14 milhões já realizaram o cadastramento biométrico. Nas eleições de 2018, cem municípios do Estado utilizarão o sistema de identificação biométrica para votação.

O Justiça Eleitoral Itinerante é uma iniciativa do TSE e da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) que, entre outros esforços, propõe a parceria dos Tribunais Regionais Eleitorais, órgãos públicos e conselhos da iniciativa privada na área de transportes, com o intuito de disponibilizar ônibus equipados para a coleta da biometria nas diversas localidades do país. “A Justiça Eleitoral Itinerante não se limita a biometrizar em locais fixos. A ideia é que a Justiça vá até o cidadão, principalmente nas localidades mais remotas”, afirmou o ministro Fux na cerimônia de lançamento.

O presidente do TRE destacou as atividades que vem sendo realizadas no Estado de São Paulo. “Nós já temos essa experiência em Sorocaba, com um ônibus que realiza atendimentos nos bairros da cidade. Além disso, promovemos ações diversificadas junto ao jovem eleitor e ao eleitor do futuro, com visita às escolas e promoção de workshops e seminários no próprio Tribunal”, afirmou. “Com o incentivo do TSE, pretendemos ampliar as parcerias e disseminar os meios alternativos de aproximação com o eleitor”.

Além dos presidentes do TSE e do TRE, o evento contou com a presença do diretor da EJE, ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, do vice-presidente e corregedor do TRE-SP, desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior, de presidentes de outros TREs, juízes eleitorais, entre outras autoridades.

O Programa

O Justiça Eleitoral Itinerante deve se estender aos demais Tribunais Regionais e Escolas Judiciárias Eleitorais, percorrendo cidades das cinco regiões do país durante o período pré-eleitoral de 2018.

A iniciativa apoia o Projeto de Identificação Biométrica da Justiça Eleitoral, que tem como meta cadastrar todos os eleitores por meio das impressões digitais até 2022. Segundo o presidente do TSE, “a ideia é que a biometria esteja completa em todo o país até a data estabelecida, e a Justiça Eleitoral Itinerante é um passo muito importante para isso”.

Últimas notícias postadas

Recentes