Tribunal rejeita contas de campanha do diretório regional do Solidariedade

Da decisão, cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral

Cartaz de prestação de contas, com carimbo da Justiça Eleitoral descrito a palavra desaprovada

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) desaprovou, na tarde desta quinta-feira (10), as contas do diretório regional do Solidariedade (SD), referentes à campanha eleitoral de 2016. A decisão foi unânime.

Em virtude da desaprovação, a Corte determinou a suspensão do recebimento das cotas do fundo partidário pelo prazo de seis meses, além da obrigação de se recolher R$ 217,00 (duzentos e dezessete reais) ao Tesouro Nacional.

Da decisão, cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Acesse:

Número do Processo (TRE-SP): 511-10.2016

 

Siga nosso twitter oficial @trespjusbr

Curta nossa página oficial no Facebook www.facebook.com/tresp.oficial

Últimas notícias postadas

Recentes