Emissão de zerésima é um dos destaques da véspera do segundo turno de votação

Procedimento comprova inexistência de votos no sistema totalizador

Neste sábado (28), véspera do segundo turno das eleições municipais, foi realizada a cerimônia de emissão da zerésima, que comprova a inexistência de votos computados no sistema totalizador. Autoridades do Judiciário, veículos de imprensa e representantes do Ministério Público e da Ordem dos Advogados do Brasil participaram da cerimônia, realizada na 1ª Zona Eleitoral – Bela Vista, na capital paulista.

Na ocasião, foram emitidos dois relatórios, um referente às seções eleitorais pertencentes à 1ª Zona Eleitoral e outro referente a todas as 22.399 seções da capital paulista, presentes em 2.060 locais de votação na cidade de São Paulo.

Presente na cerimônia, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), des. Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior, afirmou que a cerimônia de emissão da zerésima “dá a certeza de que o sistema de totalização está zerado, garantia da lisura do pleito”. A expectativa do magistrado é de que as eleições de domingo sejam tranquilas, sendo novamente observados os protocolos de segurança contra a Covid-19. 


Dezesseis cidades paulistas terão segundo turno

Neste domingo, eleitores de 16 municípios paulistas deverão comparecer às urnas para eleger seus prefeitos. O segundo turno será realizado na capital paulista e nas seguintes cidades: Bauru, Campinas, Diadema, Franca, Guarulhos, Limeira, Mauá, Mogi das Cruzes, Piracicaba, Praia Grande, Ribeirão Preto, São Vicente, Taboão da Serra e Taubaté.

O segundo turno é previsto no caso de nenhum candidato a prefeito ter obtido a maioria dos votos válidos na primeira votação, ocorrida neste ano em 15 de novembro, e só é realizado em municípios que tenham mais de 200 mil eleitores.

 

 

Últimas notícias postadas

Recentes