Notícias da 1ª Zona: Justiça Eleitoral multa candidatos por propaganda irregular

Os juízes auxiliares da propaganda eleitoral multaram em R$ 2 mil, cada um, os candidatos a vereador Ricardo Teixeira (PV), Rivaldo Sant’Anna (PTB) e George Hato (PMDB) por propaganda irregular.

Os juízes auxiliares da propaganda eleitoral multaram em R$ 2 mil, cada um, os candidatos a vereador Ricardo Teixeira (PV), Rivaldo Sant’Anna (PTB) e George Hato (PMDB) por propaganda irregular. A representações foram formuladas pelo Ministério Público Eleitoral.

Ricardo Teixeira foi notificado por ter realizado pinturas em muro em medidas superiores a 4m². O representado apresentou defesa alegando ter retirado a propaganda, tão logo foi notificado. No entanto, para o juiz Henrique Harris Junior, ainda que o candidato tivesse regularizado as mencionadas propagandas, “a penalidade seria cabível por se tratar de bem particular.”

No caso de George Hato, a multa foi aplicada por exposição irregular de cavaletes em jardins de área pública após o horário autorizado em lei. De acordo com o juiz auxiliar da propaganda eleitoral Marco Antonio Martin Vargas, “nos bens cujo uso dependa de cessão ou permissão do Poder Público, ou que a ele pertençam, e nos de uso comum, inclusive postes de iluminação pública e sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes, paradas de ônibus e outros equipamentos urbanos, é vedada a veiculação de propaganda de qualquer natureza, inclusive pichação, inscrição a tinta, fixação de placas, estandartes, faixas e assemelhados".

A multa também foi aplicada ao candidato a vereador Rivaldo Sant’Anna por se valer de propaganda eleitoral por meio de cartazes estampados na carroceria de um ônibus – estacionado em local proibido – com metragem superior àquela permitida pela legislação eleitoral. Para a juíza Carla Themis Lagrotta Germano, a representação movida pelo Ministério Público deve ser acolhida parcialmente para aplicar ao caso a sanção prevista no artigo 37, §1º e §2º da Lei 9504, que trata da proibição de propaganda eleitoral em bens particulares por meio de fixação de faixas, placas, cartazes, pinturas ou inscrições, em metragem superior a 4m², no valor de R$2 mil. Ainda segundo a magistrada, como não há nos autos notícia de que o representado tenha produzido anteriormente propaganda eleitoral que desborde dos ditames legais, a multa deve ser fixada no patamar mínimo.” O Ministério Público queria a condenação do representado em multa no valor de 5 mil a 15 mil reais, condenação para propaganda mediante outdoors, que é proibida.

Das representações, cabe recurso ao TRE.

Processos: 211894, 211979 e 212404

 

Siga nosso twitter oficial @TRESPjusbr

icone mapa

Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo
Rua Francisca Miquelina, 123
Bela Vista - São Paulo - SP - Brasil
CEP: 01316-900
CNPJ(MF): 06.302.492/0001-56

Icone Protocolo Administrativo

PABX:
(11) 3130 2000

Central de Atendimento
Telefônico ao Eleitor
148
(Custo de ligação local para todo o Estado)

Icone horário de funcionamento dos protocolos

Horário de funcionamento
Secretaria - Protocolo:
de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h
Zonas Eleitorais: veja aqui o horário de cada Zona Eleitoral

Acesso rápido