TRE tem novos presidente e vice

Novos dirigentes foram eleitos por aclamação

DR. NUEVO

Foram empossados, nesta quarta-feira, 18, no cargo de presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo o desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior e, no de vice-presidente e corregedor regional eleitoral, o desembargador Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia, em sessão realizada no plenário do Tribunal.

Eleitos por aclamação pelos membros da Corte, os desembargadores receberam de seus pares na Corte elogios de seu profissionalismo e eficiência no exercício da magistratura.

“Um dia repleto de emoções” foi como classificou o dia da posse o novo presidente do Tribunal, des. Nuevo Campos. Agradecendo a confiança e lembrando sua trajetória de quase 40 anos como magistrado, emocionou-se ao falar de sua família – esposa e filhos - que estavam presentes.

O novo vice-presidente e corregedor regional eleitoral, des. Paulo Galizia, falou da responsabilidade que se avizinha com as eleições de 2020. Prometeu continuar atuando com humildade e devoção à Justiça, à transparência e imparcialidade, e ressaltou o apoio que sempre recebeu dos colegas, a quem chamou de “família eleitoral”.

Desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior

Presidente do Tribunal Regional Eleitoral

Graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Católica de Santos – Unisantos, o novo presidente do TRE–SP iniciou carreira na magistratura em 1983 como juiz substituto nas comarcas de Presidente Prudente e Jaboticabal. Passou também pelas comarcas de Cananéia, Pereira Barreto e Guarulhos, desta vez como juiz titular. Na capital exerceu o cargo de juiz titular, tendo sido removido, em 1999, para juiz substituto em segundo grau em São Paulo. Atou no Tribunal Regional Eleitoral durante os biênios de 2005/2007 e 2007/2009, reassumindo em 2017 já como desembargador.

Desembargador Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia

Vice-presidente e corregedor regional eleitoral

O vice-presidente eleito, des. Paulo Sergio Brant de Carvalho Galizia, é graduado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Usp) e mestre em Direito das Relações Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP).

Iniciou na magistratura em 1985, como juiz substituto da 34ª Circunscrição Judiciária, com sede em Piracicaba. Passou pelas comarcas de Bananal, Pindamonhangaba, Taubaté e capital. Em 2009 foi nomeado juiz substituto em segundo grau e tornou-se desembargador em 2013. Atuou também como juiz efetivo no Tribunal Regional Eleitoral de 2011 a 2013.

Últimas notícias postadas

Recentes