Paciente que mora no hospital há quase 50 anos faz biometria em cartório da capital

O eleitor Paulo Henrique Machado, que teve poliomielite (paralisia infantil) e mora desde um ano de idade no Hospital das Clinicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP, fez sua biometria na tarde de sexta-feira (22), na 251ª Zona Eleitoral de São Paulo, localizada no bairro de Pinheiros. Paulo, que não pode se sentar e respira com ajuda de um aparelho, chegou ao cartório em uma unidade de UTI móvel. “Esse ano eu faço 50 anos e eu quis enfrentar isso, aceitar mais esse desafio”, disse.

Eleitor Paulo do HC

O eleitor Paulo Henrique Machado, que teve poliomielite (paralisia infantil) e mora desde um ano de idade no Hospital das Clinicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP, fez sua biometria na tarde de sexta-feira (22), na 251ª Zona Eleitoral de São Paulo, localizada no bairro de Pinheiros. Paulo, que não pode se sentar e respira com ajuda de um aparelho, chegou ao cartório em uma unidade de UTI móvel. “Esse ano eu faço 50 anos e quis enfrentar isso, aceitar mais esse desafio”, disse.

Para o atendimento, a Justiça Eleitoral montou um esquema especial. A equipe do cartório ampliou o corredor de acesso e deslocou uma mesa com kit biométrico completo para o local, tudo para possibilitar que o eleitor, mesmo sem deixar o leito e a posição horizontal, tivesse seus dados biométricos plenamente recolhidos.

Paulo, agora eleitor da 79ª Seção (com acessibilidade) da Zona Eleitoral de Pinheiros, mostrou-se animado: “hoje eu soube pelo Facebook que era o primeiro dia da primavera. Deixar um pouco o hospital em um dia como este é fantástico”, disse.

Com um ano de idade, Paulo foi diagnosticado com poliomielite e desde então sofre as consequências da doença, que tirou praticamente todos os seus movimentos e debilitou o funcionamento de órgãos vitais. Por conta das peculiaridades do caso, com perene necessidade de cuidados em unidade de tratamento intensivo, Paulo é considerado o paciente mais antigo do HC.

Para quadros de saúde como o dele, o Código Eleitoral (art. 6°) faculta tanto o alistamento quanto o voto. Para Paulo, contudo, cidadão ativo e engajado – que também é jogador profissional de videogame, youtuber, blogueiro e está dirigindo um filme de animação apenas com personagens com mobilidade reduzida –, a biometria, o voto e a participação política eram apenas mais uma etapa a ser vencida em uma vida inteira de superações.

 

Saiba mais

Você pode saber mais sobre a história de Paulo clicando aqui.

Para assistir a animação criada por Paulo, clique aqui.

 

 Biometria

Para fazer a biometria, o eleitor deve agendar seu atendimento no site do TRE e comparecer ao cartório (consulte a sua Zona Eleitoral) ou Posto de Atendimento Eleitoral com documento oficial de identificação com foto, comprovante de residência recente e título eleitoral, se tiver. Nas unidades do Poupatempo, o agendamento não é necessário. O atendimento nos cartórios eleitorais é de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas, exceto em Botucatu e Várzea Paulista, que é das 9 às 18 horas.

 

Siga nosso twitter oficial @trespjusbr

Curta nossa página oficial no Facebook www.facebook.com/tresp.oficial

Últimas notícias postadas

Recentes