Juiz Marcus Elidius se despede do TRE-SP

Jurista atuou na Corte por dois anos como juiz efetivo e outros dois como substituto

Despedida Marcus Elidius

O plenário do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) se
despediu do juiz Marcus Elidius Michelli de Almeida na tarde desta
terça-feira (10). O magistrado atuou na Corte de dezembro de 2017 até
esta data como juiz efetivo e como juiz substituto no biênio 2015-2017.

Falando em nome do Tribunal, o vice-presidente e corregedor regional
eleitoral, desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior,
afirmou que “tivemos a honra de compartilhar o exercício da
jurisdição com o professor e doutor Marcus Elidius, cujos votos serão
fonte permanente de pesquisa e orientação para os julgamentos deste
Tribunal”.

O representante do Ministério Público Eleitoral, procurador Sérgio Monteiro Medeiros, e o advogado Ricardo Penteado, em nome da seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, também discursaram em homenagem ao juiz.

Em seu discurso de despedida, Marcus Elidius destacou a honra por ter
servido à Justiça Eleitoral, “um exemplo de funcionamento da Justiça,
pela velocidade dos julgamentos, pela estrutura e talento dos servidores
e pela fidalguia com que todos aqui se tratam”. Afirmou ainda que “ter
pertencido a esta Casta é fato que vai me enobrecer para o resto da vida”.


No encerramento da sessão, o presidente do TRE-SP, desembargador Carlos
Eduardo Cauduro Padin, atribuiu ao juiz uma visão
aguçada do Direito e afirmou que suas lições serão imortalizadas nos anais da
Justiça Eleitoral.

Últimas notícias postadas

Recentes