TRE elege presidente e vice

O des. Carlos Eduardo Cauduro Padin vai presidir o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) no biênio 2018/2019, em substituição ao des. Mário Devienne Ferraz. O novo presidente foi eleito por aclamação, em sessão administrativa na manhã desta terça-feira (19).

.
Presidente Cauduro Padin (à direita) durante a eleição, ao lado do Procurador Regional Eleitoral, do vice-presidente, des. Nuevo Campos, e membros da corte

O des. Carlos Eduardo Cauduro Padin vai presidir o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) no biênio 2018/2019, em substituição ao des. Mário Devienne Ferraz. O novo presidente foi eleito por aclamação, em sessão administrativa na manhã desta terça-feira (19).

A Vice-Presidência e a Corregedoria Regional Eleitoral, ocupadas no último biênio pelo des. Cauduro Padin, passam a ser exercidas pelo des. Waldir Sebastião de Nuevo Campos Júnior, que, antes de eleito, também por aclamação, tomou posse como membro efetivo do Tribunal na classe desembargador.
Ao agradecer a confiança depositada pelos colegas, o novo presidente disse que conduzirá os trabalhos com empenho e entusiasmo. “Estou aqui para desempenhar um serviço público; vou fazê-lo com todas as minhas forças”, declarou.

O des. Cauduro Padin foi saudado por todos os colegas e pelo procurador Regional Eleitoral, Luiz Carlos dos Santos Gonçalves, para quem o Tribunal terá o grande desafio de preparar as próximas eleições, “as mais conturbadas da história recente do país”.

Nas eleições gerais de 7 de outubro de 2018, 33 milhões de eleitores deverão escolher o presidente da República, o governador de São Paulo, dois senadores do Estado, 70 deputados federais e 94 estaduais. Compete ao TRE-SP organizar o pleito e julgar os processos relativos a ele.

A Corte paulista é composta por sete membros, sendo dois desembargadores, dois juízes de Direito, dois juristas e um juiz do Tribunal Regional Federal.

Novo presidente

Bacharel em Direito pela Universidade Mackenzie (1973), o des. Cauduro Padin exerceu inicialmente a advocacia, ingressou na magistratura do Estado de São Paulo em 1982 e integra, desde 2005, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Também é professor titular da cadeira de Direito Comercial na Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo.

Profundo conhecedor da Justiça Eleitoral, realizou 30 audiências públicas e visitou os cartórios de 150 zonas eleitorais da capital e do interior entre 2015 e 2017, na condição de corregedor Regional Eleitoral e vice-presidente do TRE-SP.

Antes de ser nomeado desembargador do Tribunal de Justiça, em 2005, já havia atuado na Corte Eleitoral como juiz assessor da Presidência de 2000 a 2002, membro suplente na classe juiz de Direito em 2002 e efetivo entre 2002 e 2004. O retorno ao TRE como suplente na classe desembargador ocorreu em 2011.

Vice-presidente e corregedor

Juiz de direito desde 1983, o des. Nuevo Campos foi nomeado em 2009 desembargador do Tribunal de Justiça paulista. Antes disso, foi juiz suplente do TRE-SP entre 2005 e 2007 e efetivo de 2007 a 2009 na classe juiz de Direito. Desde 2014, foi suplente na classe desembargador.
O novo vice-presidente e corregedor é bacharel em Direito pela Universidade Católica de Santos, com especialização em Direito Penal pela Escola Paulista da Magistratura.

Siga nosso twitter oficial @TRESPjusbr

Curta nossa página oficial no Facebook www.facebook.com/tresp.oficial

Últimas notícias postadas

Recentes